quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

terça-feira, 2 de dezembro de 2008

VESTIBULARES 2009 REGIÃO SUDESTE = QUESTÕES ATUAIS

CLICK NAS IMAGENS PARA A VISUALIZAÇÃO AMPLIADA:
1 (UFF – 2009) Considerando-se a expansão do Islamismo, a partir de aspectos numéricos e geográficos, conclui-se corretamente que:

(A) a distribuição espacial dos muçulmanos corresponde à mesma etnia;
(B) o Islã encontra-se estabilizado tanto numérica quanto geograficamente;
(C) a expansão do Islamismo é inviabilizada pela modernização das sociedades;
(D) as migrações internacionais são um importante fator de expansão do Islã;
(E) os países mais populosos do mundo apresentam predomínio de muçulmanos.




2 (UFF – 2009) O fator principal responsável por tal desigualdade é o(a):

(A) poder aquisitivo das populações dos países considerados na amostragem;
(B) proximidade geográfica da matriz norte-americana da empresa;
(C) resistência cultural e religiosa, em alguns casos, ao “modo de vida americano”;
(D) peso de tradições alimentares enraizadas em alguns países apresentados;
(E) ordem de inserção dos países selecionados na economia


3 (FUVEST/ 2009) Com base nesses gráficos sobre 15 cidades, pode-se concluir que, no ano de 1995,
a) as três cidades com o menor número de habitantes, por hectare, são aquelas que mais consomem gasolina no transporte particular de passageiros.
b) nas três cidades da América do Sul, vale a regra: maior população, por hectare, acarreta maior consumo de gasolina no transporte particular de passageiros.
c) as cidades mais populosas, por hectare, são aquelas que mais consomem gasolina no transporte particular de passageiros.
d) nas três cidades da América do Norte, vale a regra: maior população, por hectare, acarreta maior consumo de gasolina no transporte particular de passageiros.
e) as três cidades da Ásia mais populosas, por hectare, estão entre as quatro com menor consumo de gasolina no transporte particular de passageiros.

4 (UNESP 2008/ Inverno) O dinamismo industrial e o desenvolvimento tecnológico são os grandes responsáveis pelas relações de subordinação político-econômica no mundo. Nesse contexto, e tomando como base a economia africana, analise os itens seguintes.

I. Industrialização tardia e incompleta. Pequena participação no comércio mundial.
II. Excesso de capital endógeno, porém, com escassez de mão-de-obra qualificada.
III. O fim do apartheid teve como principal resultado o domínio da alta tecnologia.
IV. Com exceção da África do Sul e do E
gito, o setor industrial não apresenta dinamismo e diversificação.
Descrevem a realidade da economia africana os itens
(A) I e II.
(B) I e III.
(C) I e IV.
(D) II e III.
(E) II e IV.

5 (FUVEST/ 2009) O debate atual em torno dos biocombustíveis, como o álcool de cana-de-açúcar e o biodiesel, inclui o efeito estufa. Tal efeito garante temperaturas adequadas à vida na Terra, mas seu aumento indiscriminado é danoso. Com relação a esse aumento, os biocombustíveis são alternativas preferíveis aos combustíveis fósseis porque:

a) são renováveis e sua queima impede o aquecimento global.
b) retiram da atmosfera o CO2 gerado em outras eras.
c) abrem o mercado para o álcool, cuja produção diminuiu o desmatamento.
d) são combustíveis de maior octanagem e de menores taxas de liberação de carbono.
e) contribuem para a diminuição da liberação de carbono, presente nos combustíveis fósseis.

6 (PUC-RJ/ 2009)


Em relação à charge apresentada, marque a única resposta INCORRETA com relação à temática do BIODIESEL.

(A) A produção das matérias-primas (etanol e óleo de soja) importantes para a geração de biodiesel é uma tradição na economia brasileira. Tal fato expõe, internacionalmente, o país e o coloca como carro-chefe na discussão geopolítica em torno dos caminhos a serem tomados pelos investidores mundiais, a partir da possível substituição dos combustíveis fósseis pelos que geram “energias limpas”.
(B) Devido à extensão territorial do Brasil e à existência de áreas de fronteiras agrícolas, ainda há possibilidades de incorporação de novos espaços produtivos, em larga escala, para o cultivo de matérias-primas voltadas para a geração de biodiesel, o que gera forte interesse internacional.
C) A geopolítica energética do mundo mudou, no século XXI, com a adoção, pelas potências centrais e emergentes, do discurso ambiental nos seus projetos de gestão. Segundo elas, o cultivo agrícola voltado para a geração de biodiesel é uma necessidade para as agendas de proteção ambiental no mundo, que precisa de “combustíveis limpos”, o que torna o Brasil um importante país para a produção e exportação de biodiesel.
(D) O Brasil, com muita tradição na produção e uso de biodiesel em escala industrial, faz com que “os olhos do mundo” se voltem para si devido à possibilidade de substituição, com intuito de modernização rural, dos cultivos voltados para a alimentação básica por outros destinados à geração de biocombustíveis.
(E) A importância geopolítica do Brasil foi revigorada, desde o início deste século, devido à redescoberta do potencial do país em fornecer, na atualidade, aos mercados internacionais, matérias-primas geradoras do biodiesel (óleos e gorduras), que são mais baratas do que o preço do barril de

7 (UNESP 2008/ Inverno) Diferentes termos foram utilizados, a partir da Segunda Guerra Mundial, para caracterizar o desnível de desenvolvimento econômico de uns países em relação a outros. Entretanto, nos anos mais recentes, muitos desses termos, por terem conotações preconceituosas e pejorativas, foram sistematicamente substituídos por outros. Assinale a alternativa que melhor retrata essa transição de terminologia.
(A) Países atrasados para subdesenvolvidos, pobres, explorados e deficitários.
(B) Países subdesenvolvidos para países em desenvolvimento, atrasados, pouco produtivos e agrários.
(C) Países dependentes para subdesenvolvidos, pobres, atrasados e dominados.
(D) Países explorados para pobres, deficitários, atrasados e subdesenvolvidos.
(E) Países subdesenvolvidos para países em desenvolvimento, explorados, dominados e de economia dependente.

8 (UNESP 2008/ Inverno) Algumas atividades econômicas estavam intimamente ligadas ao meio urbano e outras, ao meio rural. Nos dias atuais, muitas transformações ocorreram nas relações cidade-campo, as quais alteraram as antigas estruturas locacionais das atividades econômicas.

Assinale a alternativa que revela essas mudanças.
(A) A agroindústria se fortaleceu e passou a gerar mais empregos do que a indústria urbana.
(B) O meio rural não pode mais ser considerado estritamente agrícola.
(C) Os dados de emprego e renda revelam que o turismo é a mais importante e rentável atividade rural da atualidade.
(D) O modo de vida urbano invade o meio rural e faz desaparecer a figura do camponês.
(E) O bóia-fria é o grande responsável por essas mudanças, pois vive tanto na cidade como no campo.

GABARITO: 1) D 2) D 3) A 4) C 5) E 6) D 7) E 8) B